segunda-feira, 20 de junho de 2016

[Resenha] Galeras, Paqueras e Pequenos Pecados - Cathy Hopkins


Sinopse:

 A série 'Galeras e Paqueras' mostra para as adolescentes que os grilos, dúvidas e micos são normais nessa fase de vida. Lucy, Paola, Izzi e TJ são as protagonistas das histórias e em cada livro abordam temas como: primeiro beijo, o drama da depilação, o misterioso absorvente interno, separação dos pais, ciúme entre amigas, os complexos e estranhos garotos, paixão e muito mais.
- Saraiva
 Izzie está inquieta, ansiosa para ser tratada como uma adulta. Então ela decide que é hora de fazer algumas mudanças. Mas com a nova Izzie vêm novos problemas. Primeiro, há Josh Harper, um garoto mais velho, bonito, mas selvagem. Depois, há sua mãe que é contra tudo o que faz parte da "nova Izzie". E então há uma noite na casa de Paola, quando Izzie decide fazer uns drinques. 
No processo, Izzie aprende um bocado de coisas sobre si mesma e o que significa ser crescida - mas não antes de ter irritado quase todo mundo no caminho.
- atrás do livro

Juvenil | 176 páginas | Editora Melhoramentos | Adquira | Adicione no Skoob 

 No sexto livro da série (possuo apenas esse, e ambos os livros podem ser lidos aleatóriamente) Galeras, Paqueras nós temos a história narrada pela personagem Izzie que assim como todos que passam pela adolescência, está ávida para encontrar a si mesma no meio do turbilhão de personalidades que as pessoas ao seu redor querem impor. 
E ela decide fazer suas próprias escolhas e sai fazendo tudo o que lhe dá na telha, o que acarreta alguns problemas para ela posteriormente e também, algo que torna a personagem muito irritante em alguns momentos da trama. 
 A Izzie é uma garota bem divertida, mas ela está tão cega para ser considerada "adulta", "madura" que acaba afastando as pessoas que estão a sua volta, irritando-as.

Aaah! Somos estranhos. Somos muito estranhos. Orangotangos na neblina. Florestas cheias de neve, com  pingüins comento groselha preta. - pág 77.
 Maturidade não é uma questão de idade. É você saber conviver com algo e aceitá-lo e nós podemos perceber claramente, no começo do livro, que Izzie não é madura o suficiente com base em suas escolhas.
 Mas os problemas que vem surgindo após suas escolhas, a faz amadurecer e é legal acompanhar esse processo de amadurecimento da personagem, mesmo que seja um pouco no final nos deixando com um gostinho de quero mais.
Achei que a autora conseguiu captar toda a essência da adolescência, os nervos à flor-da-pele, as dúvidas e as inseguranças.
 O livro é bem levinho, muito bom! A narrativa da autora é bem simples mas encantadora, sem rodeios e não abusa de um vocabulário complexo o que facilita bastante a leitura. Devorei o livro em horas e é ótimo para intercalar entre leituras mais pesadas. Não é um livro que vai mudar a sua vida; muito menos profundo e complexo, mas é bem divertido. 
 Me surpreendeu bastante se contarmos o fato de que eu não esperava nada, achava que iria ser uma leitura totalmente indiferente mas acontece que eu me surpreendi bastante ao virar as páginas. 
Eu paguei apenas cinco reais nesse livro e valeu bastante a pena e a história de não julgue um livro pela capa encaixa-se totalmente nessa questão (já que essa capa é um pouco feinha e o material é péssimo, tanto é que quando você manuseia o livro durante a leitura, a capa amassa por qualquer bobagem e fica toda emborcada).

Nota:


 Um beijo e até nosso próximo post!

sábado, 18 de junho de 2016

Olá

A escrita sempre teve um poder sobre minha vida, direta ou indiretamente. Nunca achei que seria tão dependente da mesma, mas encontrei meu refúgio em si. Onde todas as expressões e sentimentos dos mais banais podem ser expressos através dela.
Já tive outros blogs, mas esses porém, não tinham um nível de criticidade ou sequer um pingo de amadurecimento de minha parte, eram postagens imprevisíveis e banalizadas por uma irônia minha forçada.
Acredito eu, que esses projetos irão pra frente à partir do ponto em que eu doar um pingo do meu tempo para me dedicar somente as atividades vinculadas ao blog, onde o tema central é livros e filmes, e abrirei uma brecha, para comentar um pouco sobre política, o modismo do nosso mundo atual, discussões nas redes sociais e claro, comida (embora o título do blog não seja aberto à esses temas, é sempre muito bom variar).

Abraços e até nosso próximo post XD!